Dr. Paolo Rogério de Oliveira Salvalaggio
 Cv Lattes   Google Scholar
Atualizado em 23/09/2020

Sistema digestivo: entenda como funciona

O sistema digestivo é composto por todos os órgãos e estruturas por onde os alimentos passam até serem excretados, ou seja, desde a boca até o ânus. Ele é responsável por processar aquilo que ingerimos para que os nutrientes sejam absorvidos pelo organismo.

A imagem mostra uma ilustração do corpo humano com os órgãos do aparelho digestivo aparecendo.

O que é o sistema digestivo?

Os alimentos contêm os nutrientes que o nosso organismo precisa para se manter ativo e saudável, no entanto, eles também são compostos por massas que não são aproveitadas pelo corpo. Por isso, é preciso separar os dois para que as substâncias úteis sejam absorvidas e aquilo que não serve possa ser excretado.

O sistema digestivo, ou sistema digestório, é responsável por cumprir essa função. Ele se inicia ainda na boca, envolve as estruturas da garganta até chegar ao estômago, os intestinos e finalizar no ânus. Portanto, as estruturas básicas que compõem o sistema digestivo são:

● boca;
● faringe;
● esôfago;
● estômago;
● intestino delgado;
● intestino grosso;
● reto.

Porém, outros órgãos também contribuem com o processo de digestão, sendo anexos ao sistema digestivo. São eles o fígado, a vesícula biliar e o pâncreas. Além disso, as glândulas salivares também têm um papel muito importante.

Como o sistema digestivo funciona?

Todos os processos realizados pelo sistema digestivo são controlados pelo sistema nervoso e também pelos hormônios produzidos pelo corpo. A sensação de fome, a percepção do cheiro dos alimentos e o sabor deles estimulam o cérebro dando início à digestão.

Quando começamos a nos alimentar as glândulas salivares liberam mais saliva para dar início à degradação enzimática dos alimentos, e ela também facilita eles serem deglutidos. Perceba que quando estamos com a boca mais seca não conseguimos engolir os alimentos e pode ser difícil mastigá-los.

O caminho até o estômago

Depois que os alimentos foram macerados na boca eles são engolidos. A faringe faz a ligação da boca com o esôfago, um órgão em formato de tubo que, por sua vez, se liga ao estômago. Os músculos dessa região se movimentam para possibilitar a descida do bolo alimentar.

Os processos estomacais

É muito comum as pessoas acreditarem que o estômago é o principal responsável por fazer a digestão do alimento, porém, ele é apenas um dos órgãos que dão prosseguimento a esse processo. Na verdade, faz a preparação do bolo alimentar que será destinado ao intestino.

No estômago a comida é misturada a enzimas digestoras e ao suco gástrico. Então, aos poucos o estômago vai liberando a substância produzida, denominada quino. Ela segue para a primeira porção do intestino, ou seja, o duodeno.

As funções do duodeno

O duodeno é uma porção pequena do intestino, mas tem um papel muito importante no sistema digestivo, afinal, em média 80% do processo de digestão acontece nele. É ali que o quino liberado pelo estômago é misturado à bile, substância produzida pelo fígado, e ao suco pancreático. O duodeno também produz algumas substâncias, e todas elas juntam desintegram os alimentos um pouco mais.

A digestão no intestino delgado

O intestino delgado tem um papel também muito importante no sistema digestivo porque cabe a ele absorver os nutrientes dos alimentos. Tem em média 7 metros de comprimento e é recoberto por vilosidades, protuberâncias que possibilitam esses nutrientes serem transportados para o sangue.

O intestino grosso finaliza a digestão

Depois que o intestino delgadoaproveitou todos os nutrientes, aquilo que não foi digerido segue para o intestino grosso. Nele é absorvida a água presente, o que confere uma textura mais pastosa para a mistura.

Também é nessa porção do intestino que as bactérias fazem a fermentação do produto final, resultando no bolo fecal com seu mau cheiro característico. Quando o processo está terminado ele é excretado, seguindo pelo reto e o ânus.

Como você pôde ver, todas as estruturas do sistema digestivo são fundamentais porque cada uma cumpre um papel diferente, preparando o alimento para seguir para a próxima fase. Por isso é importante mantermos a saúde de todo esse sistema, a fim de aproveitar ao máximo os alimentos ingeridos. –

0 comentários

× Agendar Consulta.