Clínica Hepatogastro

Cirurgia robótica

A cirurgia robótica é uma técnica minimamente invasiva realizada com suporte de um sistema robótico. O cirurgião não realiza as intervenções de forma direta, mas opera esse sistema a partir de um console, aumentando a precisão dos seus movimentos.

O que é a cirurgia robótica?

Em uma técnica cirúrgica convencional o cirurgião opera instrumentos de forma totalmente manual. Ele realiza todas as intervenções diretamente no local que está sendo operado, por isso, o instrumental é um complemento dos seus braços, mãos e dedos.

Nesse tipo de cirurgia é fundamental que o cirurgião tenha total controle dos movimentos que está realizando, da angulatura, da pressão exercida, entre diversos outros detalhes. Eles influenciam os resultados do procedimento, bem como a recuperação do paciente.
A cirurgia robótica é uma técnica que explora a tecnologia com o objetivo de tornar os procedimentos cirúrgicos mais confortáveis para o profissional e seguros para o paciente. Ela é realizada de forma indireta por meio da manipulação de robôs.

Nessa técnica o cirurgião tem a sua disposição um sistema robótico completo e não realiza as intervenções diretamente no paciente. Ele opera esse sistema e são os robôs que realizam os movimentos, conferindo muito mais precisão. Existem três equipamentos principais utilizados em uma cirurgia robótica, como você vê a seguir.

Carro do Paciente

Esse equipamento é composto por diversos braços robóticos e se posiciona ao lado do paciente. São esses braços que realizaram os movimentos durante a cirurgia. Neles são acoplados os instrumentos cirúrgicos e uma câmera. Todos são controlados pelo cirurgião.

Carro do Paciente | Clínica Hepatogatro
Console do Cirurgião | Clínica Hepatogastro

Console do Cirurgião

É a partir desse equipamento que o cirurgião fará o controle dos braços robóticos que estão operando o paciente. Nessa mesa de controle o profissional consegue visualizar os tecidos em alta definição por meio de um sistema de visão 3D.

Também é por ali que ele realiza os movimentos que são transmitidos em tempo real para o carro do paciente. Tem acesso a todas as configurações do sistema para que possa operá-lo com facilidade e mais conforto.

Carro de Visão

Esse equipamento faz a comunicação entre todos os componentes do sistema robótico. Ele é equipado com monitor com tela touchscreen que faz a transmissão das imagens para toda a equipe, possibilitando acompanhar a cirurgia em tempo real.

Como a Cirurgia Robótica funciona?

Carro de Visão | Clínica Hepatogastro
A cirurgia robótica é indicada principalmente para os procedimentos cirúrgicos que exigem atenção a detalhes. Por isso, é recomendada para as cirurgias mais complexas, embora possa ser realizada também naquelas mais simples.

Não existe uma grande diferença com relação à preparação do paciente, mas no modo como a cirurgia é conduzida. Afinal, o cirurgião não vai se posicionar ao lado do paciente, mas em sua mesa de controle, a fim de operar o carro que realizará essas intervenções conforme os movimentos que ele fizer.

Todo o sistema é configurado de acordo com o tipo de cirurgia que será realizada. Assim, é possível definir, por exemplo, o grau de pressão que pode ser exercido, já que cada tecido têm um grau de resistência diferente.

É uma tecnologia muito inteligente que vai seguir esses comandos programados. O sistema é composto por um filtro que não deixa que movimentos mais bruscos ou tremores sejam transmitidos aos instrumentos que estão em contato com o paciente. Com isso, há uma segurança maior e total precisão nas intervenções.
O cirurgião deve estar posicionado em sua mesa para que o sistema funcione, uma vez que ele é ativado por um sensor de presença, que detecta que a cabeça do profissional está devidamente posicionada. Quando ausente, todos os equipamentos e instrumentos ficam congelados, não se movimentam.

Para visualizar o local da operação o cirurgião tem acesso a um visor 3D com alta definição, e que permite zoom de alta qualidade. Assim, ele consegue visualizar em mínimos detalhes os tecidos que estão sendo trabalhados.

Além disso, os instrumentos que compõem esse sistema robótico são altamente articulados, por isso, permitem movimentos mais amplos do que aqueles realizados pelos braços e o punho do ser humano. Dessa forma, possibilita um procedimento mais otimizado e ainda facilita o acesso ao local que precisa ser operado.

A tecnologia avançada de sistema robótico garante a baixa invasividade do procedimento, uma vez que os instrumentos são muito precisos e delicados. Isso evita a necessidade de realizar grandes incisões, tornando a cirurgia segura e a recuperação rápida. E ainda, minimiza complicações durante o procedimento.
Carro de Visão | Clínica Hepatogastro

Cirurgia robótica em Gastroenterologia e Hepatologia

A cirurgia robótica tem diferentes aplicações em diversas especialidades, incluindo Gastroenterologia e Hepatologia. Portanto, diversas cirurgias dessas áreas podem ser realizadas aplicando essa tecnologia minimamente invasiva.

Colecistectomia

Esse procedimento tem o objetivo de fazer a retirada da vesícula biliar. É indicado para pacientes que desenvolvem cálculos biliares, ou seja, pedras na vesícula. Também para aqueles com tumores vesiculares.

Herniorrafia

Também chamada de hernioplastia, essa cirurgia é realizada para fazer a correção de hérnia na região do abdômen. O procedimento consiste em reposicionar todo o conteúdo do saco herniário e, em seguida, corrigir o defeito do tecido muscular que possibilitou a formação da hérnia.

Cirurgia de refluxo

O refluxo gastroesofágico pode ser causado pela formação de uma hérnia de hiato, quando parte do estômago se projeta para cima do músculo diafragma. A cirurgia, nesse caso, consiste em realocar os tecidos para o seu lugar original e corrigir o defeito da musculatura

Hepatectomia

Essa técnica também pode ser chamada de ressecção hepática. É um procedimento realizado com o objetivo de retirar parte do fígado para fazer o tratamento de tumores primários desse órgão, bem como de metástases hepáticas, como as colorretais.

Pancreatectomia

Também chamada de hernioplastia, essa cirurgia é realizada para fazer a correção de hérnia na região do abdômen. O procedimento consiste em reposicionar todo o conteúdo do saco herniário e, em seguida, corrigir o defeito do tecido muscular que possibilitou a formação da hérnia.

Diferença entre Cirurgia Robótica e Laparoscopia

A laparoscopia também é considerada como uma cirurgia de menor invasividade em comparação com a técnica aberta. Isso porque nela são feitos pequenos orifícios no local que será operado para ser introduzir por ali os instrumentos cirúrgicos e uma câmera.

Ela fará a transmissão das imagens para um monitor, facilitando a visualização das estruturas sem a necessidade de grandes incisões. No entanto, ainda assim os instrumentos continuam sendo operados de forma direta pelo cirurgião.
Essa é a diferença da laparoscopia para a cirurgia robótica, afinal, no segundo caso o cirurgião não opera o instrumental de forma direta, mas controla o sistema robótico a partir da sua mesa. A tecnologia utilizada nesse caso é muito mais moderna e precisa.

Por isso, embora a laparoscopia seja um procedimento que oferece menos riscos de complicação e uma recuperação mais rápida para o paciente, ela não é tão avançada quanto a cirurgia robótica. Essa é uma opção mais vantajosa por concentrar diversos recursos tecnológicos de ponta.
Vantagens da Cirurgia Robótica | Clínica Hepatogastro

Vantagens da cirurgia robótica

A cirurgia robótica é uma técnica avançada para o tratamento de diversas patologias em áreas muito distintas da Medicina. É um procedimento minimamente invasivo e moderno, por isso, traz vantagens tanto para o paciente quanto para o cirurgião.

Vantagens da cirurgia robótica para o paciente

As vantagens da cirurgia robótica para o paciente são percebidas durante o procedimento e no pós-operatório, como você pode ver a seguir.

Menos riscos de complicações

Como todos os movimentos são precisos e exercem uma pressão controlada sobre os tecidos, há menos risco de acontecerem complicações durante a cirurgia, assim como sangramentos. Por ter um grau de invasividade menor, esses riscos durante o pós-operatório também são minimizados.

Tempo de internação menor

O tempo do paciente em internação hospitalar também pode ser reduzido na realização da cirurgia robótica. Isso acontece por causa do seu menor grau de invasividade e por conta da redução do risco de complicações, como infecções.

Pós-operatório tranquilo e confortável

O sistema robótico para realização de cirurgia traz vantagens para o médico pelo maior conforto que o profissional tem durante o procedimento. E ainda pelos recursos à sua disposição para aplicar seu conhecimento e experiência.

Equipamento ergonômico

É possível fazer ajustes no console do cirurgião para que ele possa personalizar a ergonomia deste equipamento. O intuito é oferecer uma posição mais confortável para os seus braços, uma boa altura do visor e mantendo sempre a posição sentado, o que evita o cansaço durante os procedimentos mais longos e complexos.

Facilidade de Acesso

A articulação dos instrumentais, bem como o seu design, permite ao cirurgião um acesso mais facilitado ao local que precisa ser operado. Tudo isso com uma invasividade menor no organismo do paciente e preservando as estruturas adjacentes, sem exercer força excessiva.

Precisão e amplitude de movimentos

Também por causa da articulação do instrumental e das suas múltiplas funções, o cirurgião consegue realizar movimentos mais amplos, firmes e precisos. Atinge exatamente o local desejado, inclusive em áreas de difícil acesso.

Melhor campo de visão

Para que possa realizar as intervenções com precisão o cirurgião necessita de um campo de visão melhorado, e isso é possível devido ao sistema 3D proporcionado pelos equipamentos de cirurgia robótica. Ele tem uma alta definição e pode aproximar o campo cirúrgico sempre que necessário.

Qual especialista realiza a cirurgia robótica?

Os cirurgiões de diferentes especialidades médicas podem realizar a cirurgia robótica. Porém, é precisa realizar um treinamento para desenvolver as habilidades necessárias para operar o sistema robótico.

Afinal, são equipamentos que concentram alta tecnologia e que modificam a forma como o cirurgião realiza as intervenções. Então, é fundamental aprendizado e dedicação para aquisição de experiência.
Portanto, o especialista que realiza a cirurgia robótica é aquele experiente como cirurgião e que também realizou treinamentos, inclusive práticos, para dominar essa tecnologia e aplicar o procedimento de acordo com as diretrizes das sociedades médicas.

A cirurgia robótica é uma opção mais moderna e precisa que utiliza tecnologia avançada nos tratamentos médicos. Por isso, é a melhor escolha para cirurgião e paciente em função dos seus benefícios, do conforto e da segurança que oferece.
Clínica Hepatogastro
Redes Sociais
Av. Presidente Juscelino
Kubitschek, 1545 conj. 31
Itaim – São Paulo/SP
(11) 3437-3228
Rua José Janarelli, 199
conj 105 – Morumbi-SP
(11) 3721-1300
Atenção: O site  www.hepatogastro.com.br  é um espaço que visa melhorar o acesso dos pacientes a informações importantes sobre saúde. Não deve ser utilizado como um substituto de uma avaliação completa, durante consulta médica.

Clínica Hepatogastro© 2021 Direitos Reservados – Desenvolvido em WordPress por SuryaMKT

Última atualização: 19/10/2021 às 14:09
magnifiercross