FIBROSCAN

EXAME FIBROSCAN 

FibroScan® ou Elastografia Hepática Transitória foi criado na França, é um exame usado para avaliar o grau de rigidez do fígado sem invasão do corpo humano (sem necessidade de biópsia por agulha), evitando riscos ou complicações.

Uma alternativa eficiente e de confiança para verificarmos se seu fígado já possui “cicatrizes” de possíveis doenças do fígado é a elastografia hepática transitória.

Este exame, conhecido como FibroScan®, foi criado na França e aprovado pela pelas agências europeias, americanas e brasileiras como um procedimento não invasivo (sem necessidade de biópsia por agulha), utilizado para avaliar a fibrose que reflete a saúde do fígado, e os danos causados por doenças hepáticas.

O exame é rápido, não dói e não oferece nenhum risco ou complicações ao paciente.

As imagens são ondas sísmicas, capazes de demonstrar a evolução da saúde do seu fígado. O resultado também ajuda a prever complicações das doenças do fígado, naqueles pacientes que conseguem uma detecção de fibrose hepática (“muita cicatriz”) já compatível com uma cirrose que não se conhecia.

Assim, quanto antes você souber o estado do seu fígado, mais cedo você poderá agir para evitar danos irreversíveis.

O exame FibroScan® através de uma sonda que produz uma onda de cisalhamento mecânico, permite que o fígado seja examinado.

Por que fazer um exame FibroScan®?

Primeiro, porque esse é um exame indolor, ou seja, não causa incômodos ao paciente, além de ser rápido e fácil. A captação de dados é feita por uma sonda muito parecida com um exame de ultrassonografia. A única sensação durante o procedimento será de uma leve vibração na pele, na ponta da sonda.

 

Naqueles pacientes com hepatite C, o FibroScan® pode determinar a presença de fibrose hepática e ajudar, desta forma, na obtenção de novos medicamentos modernos para o tratamento da hepatite C.

 

Em pacientes com esteatose hepática (esteatohepatite ou NASH), o FibroScan® além de verificar a presença de cicatrizes pela doença também ajuda a quantificar a quantidade de gordura no fígado.

 

Um exame de FibroScan® normal tranquiliza os pacientes seus parentes de que sua doença do fígado ainda não apresenta um quadro mais grave ou avançado .

Como é feito o procedimento de FibroScan® ?

O procedimento é realizado geralmente após jejum de 2-4horas. É muito importante que o paciente esteja com seus exames complementares relacionados ao fígado, tais como ultrassom e exames de sangue.

Não é preciso tirar nenhuma peça de roupa, porém, o lado direito do abdômen deverá ser exposto. Desta forma, não é indicado que as mulheres estejam de vestido.

 

O exame é feito com paciente deitado, com o abdômen para cima e o braço direito erguido, posicionado atrás da sua cabeça. O médico então aplica um gel aquoso e encosta a sonda no local onde o fígado se localiza, abaixo das costelas do lado direito da barriga.

 

O exame, geralmente, dura menos de 10 minutos, e assim que ele é finalizado, o paciente recebe o resultado e já estará liberado para voltar para suas atividades diárias.

Por que fazer um exame FibroScan®?

Primeiro, porque esse é um exame indolor, ou seja, não causa incômodos ao paciente, além de ser rápido e fácil. A captação de dados é feita por uma sonda muito parecida com um exame de ultrassonografia. A única sensação durante o procedimento será de uma leve vibração na pele, na ponta da sonda.

 

Naqueles pacientes com hepatite C, o FibroScan® pode determinar a presença de fibrose hepática e ajudar, desta forma, na obtenção de novos medicamentos modernos para o tratamento da hepatite C.

 

Em pacientes com esteatose hepática (esteatohepatite ou NASH), o FibroScan® além de verificar a presença de cicatrizes pela doença também ajuda a quantificar a quantidade de gordura no fígado.

 

Um exame de FibroScan® normal tranquiliza os pacientes seus parentes de que sua doença do fígado ainda não apresenta um quadro mais grave ou avançado .

Como é feito o procedimento de FibroScan® ?

O procedimento é realizado geralmente após jejum de 2-4horas. É muito importante que o paciente esteja com seus exames complementares relacionados ao fígado, tais como ultrassom e exames de sangue.

Não é preciso tirar nenhuma peça de roupa, porém, o lado direito do abdômen deverá ser exposto. Desta forma, não é indicado que as mulheres estejam de vestido.

 

O exame é feito com paciente deitado, com o abdômen para cima e o braço direito erguido, posicionado atrás da sua cabeça. O médico então aplica um gel aquoso e encosta a sonda no local onde o fígado se localiza, abaixo das costelas do lado direito da barriga.

 

O exame, geralmente, dura menos de 10 minutos, e assim que ele é finalizado, o paciente recebe o resultado e já estará liberado para voltar para suas atividades diárias.

Quando o exame de FibroScan é necessário?

O FribroScan® funciona através de “ondas sísmicas”, para medir a elasticidade do fígado, utilizando uma técnica melhorada, chamada “Vibration-Controlled Transient Elastography” (VCTE™). O uso adequado da análise de velocidade da onda sísmica requer o controle de vários parâmetros físicos, para garantir uma avaliação precisa e confiável da existência de cicatrizes ou fibrose do fígado.

O exame deve ser realizado quando o indivíduo apresentar qualquer uma das seguintes condições:

Infecções por vírus,
como a hepatite B ou hepatite C

Doença hepática alcoólica

Doença hepática gordurosa não alcoólica

Outros tipos de doença hepática crônica

Infecções por vírus, como a hepatite B ou hepatite C

Doença hepática alcoólica

Doença hepática gordurosa não alcoólica

Outros tipos de doença hepática crônica

Mas, existem restrições?

Algumas hepatites virais apresentam na fase inicial uma atividade inflamatória muito intensa, que podem influenciar, de alguma forma, o resultado do exame e não causar cicatriz inicialmente. Por este motivo, é sugerido que o exame seja feito após a estabilização dos valores das enzimas.

Crianças e adolescentes precisam fazer o exame com sonda apropriada para sua idade e um examinador experiente precisa interpretar os dados deste exame.

Clientes com grande ganho de peso e podem apresentar um resultado não preciso deste exame. Vale, portanto, uma discussão detalhada de qual o melhor método para estudar a quantidade de gordura e a presença de cicatriz.

A alimentação recente é algo que também pode alterar resultados, por isso é indicado o jejum ao paciente.

O exame também não pode ser aplicado em mulheres grávidas, pacientes com ascite, que contenham feridas e cicatrizes na pele, ou que possuem dispositivos como marca-passo, entre outros. Seu médico será capaz de verificar se você pode realizar o FibroScan® ou se outro método seria mais adequado para o seu caso específico.

Avalie a saúde do seu fígado sem dor

O Exame FibroScan possui cobertura de 100% para os principais convênios da região.

Para saber se seu convênio contempla esse exame, por favor entre em contato com a clínica.

Agende sua
consulta

via whatsapp

Agende sua
consulta

via whatsapp

× Agendar Consulta.