Clínica Hepatogastro

Cirurgia do câncer gástrico: quando o procedimento é indicado?

Por Dr. Marcos Paulo Gouveia de Oliveira11/10/2023
Tempo de leitura: 3 minutos
Por Dr. Marcos Paulo Gouveia de Oliveira
11/10/23
Sumário

O câncer gástrico, ou câncer no estômago, pode se desenvolver silenciosamente. Quando se manifesta, os sintomas incluem indigestão, perda de peso e desconforto abdominal. O diagnóstico precoce é crucial. Clique aqui e tire suas dúvidas!

Cirurgia Do Cancer Gastrico Quando O Procedimento E Indicado Hepatogastro Bg
Cirurgia Do Câncer Gástrico: Quando O Procedimento É Indicado? 2

A medicina é um campo em constante evolução, e a compreensão das doenças é fundamental para a busca de tratamentos eficazes

O câncer gástrico, também conhecido como câncer de estômago, é uma condição que demanda atenção e informação. 

Neste artigo, vamos explorar o câncer gástrico, incluindo o que é e como se desenvolve, quais os sintomas, qual é a gravidade da doença e quando a cirurgia é necessária. Leia até o final e conheça mais sobre essa patologia!

O que é o câncer gástrico?

O câncer gástrico é um tipo de câncer que se origina nas células do estômago. Geralmente, ele se desenvolve lentamente ao longo de alguns meses ou anos, passando por diferentes estágios de crescimento

Uma das principais causas do câncer gástrico está relacionada à infecção pela bactéria H. pylori, que pode causar inflamação crônica no revestimento do estômago, aumentando o risco de mutações celulares e o desenvolvimento do câncer.

Outro fator de risco significativo é a dieta. O consumo excessivo de alimentos defumados, salgados, em conserva e processados está associado ao aumento do risco de câncer gástrico. 

Além disso, histórico familiar, idade avançada e certas condições genéticas também podem contribuir para o desenvolvimento da doença.

Quais os sintomas do câncer gástrico?

Os sintomas do câncer gástrico podem variar e, em estágios iniciais, podem ser leves ou até mesmo ausentes. 

No entanto, à medida que a doença avança, sintomas como indigestão persistente, sensação de plenitude após comer pequenas quantidades, dor abdominal, perda de peso inexplicável, náuseas e vômitos frequentes podem se manifestar. 

A presença desses sintomas, especialmente quando são persistentes, deve ser avaliada por um médico.

O câncer gástrico é grave?

A gravidade do câncer gástrico está associada ao estágio em que a doença é diagnosticada. 

O diagnóstico precoce é fundamental, pois quanto mais cedo o câncer for detectado, maiores são as chances de tratamento bem-sucedido. 

Em estágios iniciais, quando o câncer está localizado apenas no revestimento interno do estômago, as taxas de sobrevivência são geralmente melhores

No entanto, à medida que a doença invade as outras camadas do estômago ou para órgãos próximos, as opções de tratamento podem se tornar mais desafiadoras e as taxas de sobrevivência diminuem.

Quando é necessária a cirurgia para o câncer gástrico?

A cirurgia desempenha um papel importante no tratamento do câncer gástrico, especialmente em estágios iniciais da doença. 

A remoção do tumor e das áreas afetadas pode ser realizada por meio de diferentes tipos de cirurgias, dependendo da localização e extensão do câncer. Algumas das cirurgias comuns incluem:

Gastrectomia parcial

Nesse procedimento, uma parte do estômago é removida, geralmente o local onde o câncer está localizado. O objetivo é preservar parte do estômago funcional para manter a digestão adequada.

Gastrectomia total

Caso o câncer esteja mais avançado ou localizado em partes mais proximais (altas) do estômago, a remoção completa do estômago pode ser necessária. Nesse caso, é feita uma ligação do esôfago ao intestino delgado para permitir a continuidade da digestão.

Retirada cirúrgica de linfonodos (Linfadenectomia)

Na maioria dos casos, a cirurgia envolve a remoção dos linfonodos próximos ao estômago para verificar se o câncer se espalhou para essas áreas.

É importante ressaltar que a decisão de realizar a cirurgia é individualizada e baseada em vários fatores, como estágio da doença, saúde geral do paciente e preferências pessoais. 

Em alguns casos, a cirurgia pode ser combinada com outras formas de tratamento, como quimioterapia e radioterapia.

Conclusão

Em conclusão, o câncer gástrico é uma condição séria que requer compreensão e atenção. 

A cirurgia desempenha um papel crucial no tratamento, especialmente em estágios iniciais da doença. 

A detecção precoce, sintomas persistentes e fatores de risco devem ser discutidos com um profissional de saúde.

Dr. Marcos Paulo Gouveia de Oliveira | Hepatogastro

Dr. Marcos Paulo Gouveia de Oliveira

CRM: 174843 | RQE : 94248 - Cirurgia do aparelho digestivo
O Dr. Marcos Gouveia tem foco em Cirurgia Bariátrica e Metabólica, além de procedimentos minimamente invasivos do estômago, intestino e de hérnias da parede abdominal.
Acessar currículo

Compartilhe nas redes sociais:

TAGS:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

teste

Desenvolvido por Surya Marketing Médico.

Clínica Hepatogastro © 2024 Direitos reservados
Última atualização: 23/05/2024 às 15:27
magnifiercross