Dr. Paolo Rogério de Oliveira Salvalaggio
 Cv Lattes   Google Scholar
Atualizado em 10/08/2020

Quando é preciso fazer cirurgia para Refluxo Gastroesofágico?

A doença do refluxo gastroesofágico acontece quando o ácido presente no estômago retorna para o esôfago com uma frequência maior do que a esperada, o que pode ocasionar sintomas de azia, queimação e até dor no peito. Isso leva à piora da qualidade de vida, podendo atrapalhar no dia-a-dia.

Na maioria das vezes, os sintomas conseguem ser bem controlados com uso de medicamentos e com melhora do estilo de vida. É importante ter alimentação balanceada, controle do peso, evitar excesso de álcool, do cigarro e da cafeína (presente no café, refrigerantes, chás, energéticos, chimarrão, entre outros). Enfim, o estilo de vida saudável é muito importante no tratamento do refluxo.

Porém, existem alguns casos em que os sintomas são mais persistentes e mais difíceis de controlar, mesmo tomando todas as medidas clínicas necessárias. Nesses casos, existe a possibilidade de ser realizada intervenção cirúrgica para melhor controle dos sintomas de refluxo.

A intervenção cirúrgica fica reservada para casos específicos depois de passar por avaliação médica adequada.

As principais indicações são:

  • Melhora não satisfatória com o tratamento clínico.
  • Necessidade de uso contínuo de medicação para o controle dos sintomas, ou seja, a pessoa não consegue ficar sem remédio.
  • Pacientes jovens, especialmente aqueles com menos de 40 anos de idade, com sintomas mais difíceis de controlar e que necessitarão usar remédio de forma continuada pelo resto da vida.
  • Quando não é possível a continuidade do tratamento clínico por muito tempo, por exemplo, por impossibilidade de arcar financeiramente com o tratamento a longo prazo ou por causa de efeitos colaterais das medicações.

A principal técnica cirúrgica para Refuxo é a fundoplicatura de Nissen. É técnica considerada segura e eficaz. Estudos mostraram que, após dez anos, quase 90% dos pacientes ainda estão livres de sintomas do refluxo.

A cirurgia pode ser feita por Videolaparoscopia. Esse procedimento se mostrou ótimo ao longo dos anos, por apresentar melhora da dor pós-operatória, menor tempo de internação, retorno mais rápido às atividades cotidianas e do trabalho, além de um resultado estéticos mais satisfatórios.

Para entender melhor se o seu caso será beneficiado com cirurgia de refluxo (também conhecida como cirurgia de Nissen ou cirurgia de hérnia de hiato), converse com um cirurgião experiente. Ele deve entender em detalhes como foi diagnosticado a sua doença, o que já foi feito de tratamento e investigação, o que e quanto os sintomas te incomodam hoje e no passado, como está sua saúde e quais são as suas expectativas. Geralmente, a esta conversa se adicionam um exame físico detalhado e análise técnica de um conjunto de exames que detalham como o refluxo acontece no seu caso específico. Esta conversa com seu médico é fundamental para tirar suas dúvidas e decidir o melhor tratamento.

4 Comentários

  1. Fatima Rodtigues

    Tenho refluxo passo muito mal com isso ñ melhora é um catarro agrudado na garganta uma bola q sobe e desce uso pantoprazol mas n tem efeito ja faz uns 4 meses tosse irritante com muco

    • Equipe Hepatogastro

      Olá, Fatima. Seria bom procurar um especialista para analisar o seu quadro clínico e indicar um tratamento mais eficaz! Gostaria de marcar uma consulta conosco?

  2. Elizabete

    Gostaria de saber o endereço da clinica, para saber se é possível ir a uma consulta.

    • Equipe Hepatogastro

      Olá, Elizabete. Boa tarde. Nós temos duas unidades.

      Unid. Itaim: Av Presidente Juscelino Kubitschek, 1545 conj 31 — Telfone: (11) 3437-3228

      Unid. Morumbi: Rua José Janarelli, 199 conj 105 — Telefone: (11) 3721-1300

× Agendar Consulta.