Clínica Hepatogastro

Ranitidina: Medicamento é suspenso pela Anvisa por causar danos à saúde

Atualizado em 13/10/2021
Tempo de leitura: 2 min.
Por Dr. Paolo Rogério de Oliveira Salvalaggio
 | 
29/01/20
Na Imagem, Há 8 Cápsulas De Remédios Espalhadas Aleatoriamente Em Um Fundo Branco.
Ranitidina: Medicamento É Suspenso Pela Anvisa Por Causar Danos À Saúde 2

A ranitidina é uma substância que ajuda a reduzir os impactos do ácido produzido no estômago e a secreção gástrica, diminuindo os sintomas de doenças como refluxogastrite e úlcera.

Os medicamentos são indicados pelos médicos com o objetivo de ajudar a tratar ou prevenir uma determinada doença. No entanto, o que deveria devolver a saúde das pessoas, pode causar problemas.

No último domingo (26/01/20), a ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) decretou que a importação do insumo de ranitidina, produzida por uma empresa indiana chamada Saraca Laboratories Limited, fosse suspensa.

O principal motivo de tal atitude foi a detecção de altos níveis de N-nitrosodimetilamina (NDMA), um componente que pode ser cancerígeno e causar problemas para a saúde.

Mas afinal, o que é e para que serve este medicamento?

Continue lendo para saber mais informações sobre a suspensão do remédio em todo o país.

O que é a ranitidina?

A ranitidina é uma substância que ajuda a reduzir os impactos do ácido produzido no estômago e a secreção gástrica, diminuindo os sintomas de doenças como refluxo, gastrite e úlcera, além de favorecer a cicatrização e prevenir complicações.

De acordo com especialistas, não é o medicamento que está oferecendo riscos à saúde, mas sim a substância NDMA, e por conta disso a ANVISA pediu que fossem adotadas medidas de precaução para evitar problemas maiores, uma vez que a substância pode ter um alto potencial cancerígeno.

Além disso, também foi recomendado que as empresas reavaliem os métodos de processamento do medicamento para evitar a contaminação. Até o momento, foram recolhidos 225 lotes desse medicamento.

N-nitrosodimetilamina (NDMA): os riscos

O NDMA é uma substância contaminante ambiental, que pode ser encontrada facilmente em água e alimentos, incluindo principalmente defumados e cozidos.

Embora não sejam tão bem estabelecidos os riscos que esse componente químico pode causar ao organismo humano, o NDMA foi classificado como um possível risco de desenvolvimento de câncer, e a ranitidina está suspensa como uma forma de prevenir contaminações que prejudiquem ainda mais a saúde.

A principal orientação é para que os consumidores queestão em tratamento, consultem imediatamente um médico, que deverá orientar o paciente a utilizar outros meios, como alguma alternativa terapêutica à ranitidina.

O que achou desse post? Deixe sua opinião nos comentários, e compartilhe!

Sobre o(a) Autor(a)
O Dr. Paolo Rogério de Oliveira Salvalaggio é Mestre e Doutor em Cirurgia. Pós-doutorado e Fellow nos Estados Unidos. Especialista em Cirurgia Digestiva e Videocirurgia. Atua como cirurgião do aparelho digestivo, com ênfase em cirurgia de fígado, pâncreas e vias biliares.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

 | 21 / 06 / 22
O câncer gástrico se caracteriza pelo crescimento desordenado das células que compõem a parede do órgão. Neste post, falamos sobre esta enfermidade e os fatores para seu desenvolvimento. Acompanhe!
Ler Mais
 | 15 / 06 / 22
A cirurgia bariátrica é uma das modalidades de tratamento mais indicadas para pessoas com excesso de peso corporal. Saiba quais são os cuidados após o procedimento!
Ler Mais
1 2 3 13

Clínica Hepatogastro© 2022 Direitos Reservados – Desenvolvido por Surya Marketing Médico.

Última atualização: 29/06/2022 às 16:28
Agende sua Consulta
magnifiercross