Dr. Paolo Rogério de Oliveira Salvalaggio
 Cv Lattes   Google Scholar
Atualizado em 10/08/2020

Câncer de fígado: Quais as principais causas e como tratar a doença

Alguns tipos de câncer estão diretamente relacionados podem ser evitados com medidas simples. Conhecer as causas do câncer de fígado é a melhor forma de você garantir que ele esteja protegido contra os tumores. E nós preparamos este artigo para falar sobre isso.

Continue lendo para descobrir quais são as principais causas do câncer de fígado e ainda veja como essa doença pode ser tratada.

As causas do câncer de fígado

Conforme explicamos, o câncer de fígado é uma doença que está relacionada a alguns fatores, que são considerados como risco para o desenvolvimento dos tumores malignos. Assim, evitando esses fatores conseguimos fazer a prevenção da doença.

No entanto, é importante entender que quem está em um grupo de risco não significa necessariamente que vai desenvolver o câncer, nem que é possível estar totalmente imune à doença. Mas é fato que, evitando a exposição àquilo que o desencadeia, as chances de se manifestar são menores. Veja a seguir quais são as principais causas desse tipo de tumor.

Hepatite

As hepatites do tipo B e C podem desencadear uma infecção crônica do fígado e uma das suas complicações é o câncer. Existe vacina para prevenir a hepatite B, mas a hepatite C não conta com esse recurso. Por isso, o ideal é fazer a prevenção evitando o contato com sangue de outras pessoas, bem como utilizando proteção nas relações sexuais.

Esteatose hepática

Esse problema é mais conhecido como gordura no fígado ou fígado gorduroso, e também é uma das causas do câncer nesse órgão. O excesso de peso corporal, bem como uma dieta muito gordurosa, desencadeia a esteatose. O ideal é manter um cardápio saudável e peso saudáveis e realizar atividades físicas regularmente.

Álcool

O consumo excessivo de bebidas alcoólicas pode provocar cirrose e essa doença desencadeia o câncer de fígado.

Outros

Outros fatores que favorecem o desenvolvimento de câncer de fígado são o contato ou exposição com produtos químicos cancerígenos, algumas doenças hereditárias, como a hemocromatose, bem como a presença de cirrose por outras causas mais raras.

Tratamentos para câncer de fígado

Assim como acontece com outros tipos de câncer, aquele que se desenvolve no fígado é tratado de acordo com as necessidades de cada paciente. Sendo assim, primeiro o médico avalia o comprometimento das funções hepáticas, estabelece o estadiamento da doença para então adotar a melhor abordagem.

Pode ser realizada, por exemplo, uma cirurgia para retirar parte do fígado (hepatectomia), quando há um único tumor e ele ainda é muito pequeno. Mas a cirurgia também pode ser feita com o intuito de transplantar o fígado, quando apresenta um comprometimento severo das suas funções ou na presença de mais de um tumor.

Embora exista certa resistência do câncer de fígado à quimioterapia, os tumores podem ser tratados por meio dessa técnica alcançando benefícios. E ainda existe também a quimioembolização, a radioterapia, imunoterapia, ablação por radiofrequência e alcoolização.

Lembrando que nem sempre é utilizada apenas uma terapia porque pode ser necessário combinar duas ou mais, dependendo das características do tumor, seu estadiamento, localização entre outras particularidades de cada caso.

× Agendar Consulta.