Clínica Hepatogastro

Elastografia hepática por Fibroscan: Qual a sua função e como funciona o procedimento?

Atualizado em 08/10/2021
Tempo de leitura: 3 min.
Ao Fundo Da Imagem, Há Um Médico Deslizando Um Aparelho No Abdômen De Um Paciente.
Elastografia Hepática Por Fibroscan: Qual A Sua Função E Como Funciona O Procedimento? 2

Quando há suspeita de doença no fígado, como hepatite, cirrose e esteatose, exames de sangue são comumente solicitados pelos médicos para avaliar as condições do fígado. No entanto, muitas vezes a investigação também requer a avaliação da possível presença de cicatrizes no fígado, que indicam danos mais graves ao longo tempo, condição conhecida tecnicamente como fibrose. Para isto é indicado a realização de uma biopsia hepática, exame que exige retirada de um pequeno pedacinho do fígado com uma agulha. Mais recentemente, foram desenvolvidas novas tecnologias que podem estimar com precisão a presença e quantidade de fibrose sem uma biopsia, procedimentos como a elastografia hepática. Elastografia é uma nova tecnologia que mede quão rígido, endurecido ou firme esta o órgão em estudo. No fígado, quanto mais dano, maior quantidade de cicatriz, mais endurecido o órgão fica.

Existem vários tipos de elastografia, sendo que a elastografia hepática por Fibroscan é o método mais conhecido, mais preciso e que apresenta maior quantidade de evidencia cientifica da sua eficiência para o estudo de doenças do fígado.

A elastografia hepática por Fibroscan é um exame muito simples, rápido e indolor, apresentando uma grande eficácia para acompanhar a saúde do fígado, bem como obter diagnósticos de problemas hepáticos.

Como para muitas pessoas ele ainda é uma novidade, preparamos este artigo para explicar o que é elastografia hepática, qual é a função desse procedimento e de que maneira ele é realizado, além das vantagens que apresenta no cuidado com o paciente. Continue lendo!

Sobre a elastografia hepática por Fibroscan

Como explicado acima, diversos problemas podem afetar o fígado gerando danos que levam a fibrose hepática. A fibrose levará a uma perda das funções desse órgão gradativamente, até não atender mais as necessidades do organismo da pessoa.

A fibrose hepática se caracteriza pela formação de um tecido cicatricial (pequenas ou “mini” cicatrizes microscópicas) em função das agressões sofridas pelo fígado. Ou seja, quando esse órgão sofre algum tipo de lesão ou dano as células saudáveis são eliminadas e o fígado produz um tecido que não cumpre suas funções normais. Assim, ele para de funcionar aos poucos.

A elastografia hepática por Fibroscan é o exame que os profissionais utilizam para avaliar os estágios da fibrose hepática. Com esse procedimento, ele consegue visualizar toda a estrutura do fígado sem a necessidade de fazer cortes ou utilizar agulhas. Por meio dela é possível acompanhar diversos problemas como:

  • cirrose;
  • hepatites;
  • gordura no fígado (esteatose hepática);
  • doença de Wilson;
  • hemocromatose;
  • colangite esclerosante primária.

Os pacientes com esses problemas, que necessitam fazer o acompanhamento constante com o médico, podem realizar a elastografia hepática por Fibroscan para verificar as condições do seu fígado sem precisar se submeter a procedimentos invasivos.

Como a elastografia hepática por Fibroscan é realizada

Conforme explicamos, a elastografia hepática por Fibroscan é um procedimento muito rápido e muito simples. São necessários apenas cerca de 5 a 10 minutos para realização do exame, sendo que sua execução é muito parecida com a de uma ultrassonografia.

O paciente permanece deitado com o abdômen para cima, é aplicado um gel na região do fígado (abaixo da costela do lado direito) e o médico examinar desliza o aparelho sobre a pele para capturar as imagens do órgão. Não é necessário nenhum tipo de preparo especial e o paciente não precisa de sedação ou anestesia, porque o procedimento é totalmente indolor.

As vantagens e benefícios da elastografia hepática

A elastografia hepática por Fibroscan é utilizada, portanto, para acompanhar o quadro de um paciente, mas ela também é solicitada para avaliar o sucesso de um tratamento, verificando se houve uma melhora ou uma piora do tecido. Assim, contribui para as tomadas de decisão do médico.

Em alguns casos é possível substituir a biópsia convencional pela elastografia hepática por Fibroscan. Na primeira técnica é necessário utilizar agulha para punção, ou fazer cortes para obter um pedaço do fígado, que será enviado para análise laboratorial. Esse é um procedimento invasivo e, por isso, pode trazer complicações como dor no local, hematoma e hemorragia.

Em muitos casos o médico consegue obter a informação necessária do fígado para analisar as suas condições sem a necessidade dessa coleta de tecido. Ou seja, é possível emitir um diagnóstico de uma forma muito mais confortável, indolor e segura para o paciente utilizando a elastografia hepática por Fibroscan.

Confira também, nosso vídeo sobre o tema:

Por isso, se você precisa acompanhar problemas do fígado ou será necessário passar por uma biópsia, é interessante conversar com seu médico sobre a possibilidade de utilização da elastografia hepática por Fibroscan. Desse modo você poderá cuidar da sua saúde de uma forma muito mais confortável e com menos risco de complicações.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 | 19 / 10 / 21
Você sabe como funciona o pós operatório de um transplante de fígado? O que fazer após se certificar de que tudo ocorreu bem? Confira!
Ler Mais
 | 12 / 10 / 21
Você sabe o que acontece quando o órgão disponível não é adequado para o receptor? Confira!
Ler Mais
1 2 3 31
Clínica Hepatogastro
Redes Sociais
Av. Presidente Juscelino
Kubitschek, 1545 conj. 31
Itaim – São Paulo/SP
(11) 3437-3228
Rua José Janarelli, 199
conj 105 – Morumbi-SP
(11) 3721-1300
Atenção: O site  www.hepatogastro.com.br  é um espaço que visa melhorar o acesso dos pacientes a informações importantes sobre saúde. Não deve ser utilizado como um substituto de uma avaliação completa, durante consulta médica.

Clínica Hepatogastro© 2021 Direitos Reservados – Desenvolvido em WordPress por SuryaMKT

Última atualização: 19/10/2021 às 14:09
magnifiercross