Clínica Hepatogastro

Como saber se estou com Esteatose Hepática?

Por Dr. Marcos Paulo Gouveia de Oliveira21/09/2023
Tempo de leitura: 3 minutos
Por Dr. Marcos Paulo Gouveia de Oliveira
21/09/23
Sumário

Conhecida popularmente como gordura no fígado, a esteatose hepática é uma condição que afeta as células do órgão e quando não tratada corretamente, pode provocar inflamação e levar à quadros mais graves. 

Como Saber Se Estou Com Esteatose Hepatica Blog
Como Saber Se Estou Com Esteatose Hepática? 2

Mas, quais são os sintomas que caracterizam a esteatose e como o diagnóstico é obtido? No artigo de hoje, falaremos sobre o assunto e responderemos essas questões. Continue nos acompanhando!

Quais as causas da esteatose hepática?

A presença de gordura no fígado é considerada normal devido às taxas de colesterol, ácidos graxos e triglicerídeos. Porém, quando o volume chega a um percentual de 5%, entende-se como um índice anormal e o tratamento se faz necessário para que não evolua.

A doença inflamação hepática pode ser classificada como alcoólica e não alcoólica, mas em geral esta relacionada com outras condições como:

  • Colesterol alto;
  • Sobrepeso;
  • Sedentarismo;
  • Má alimentação;
  • Pressão alta;
  • Obesidade;
  • Gravidez;
  • Diabetes;
  • Uso de medicamentos (corticoides, estrógeno, etc);
  • Inflamações crônicas no fígado.

Principais sintomas de esteatose hepática

Os quadros de esteatose hepática geralmente são assintomáticos. No entanto, podem acontecer sintomas relacionados às outras doenças associadas, como:

  • Dor abdominal;
  • Cansaço;
  • Fraqueza;
  • Perda de apetite;
  • Em alguns casos, aumento do fígado.

Já nos estágios mais avançados, quando a inflamação pode gerar fibrose e perda da função do fígado, os sintomas mais comuns são:

  • Fadiga;
  • Icterícia (pele e olhos amarelados);
  • Fazes esbranquiçadas;
  • Acúmulo anormal de líquido dentro do abdômen;
  • Inchaço dos membros inferiores;
  • Confusão mental;
  • Hemorragias digestiva.

Como é obtido o diagnóstico de esteatose hepática? 

Por ser uma doença que não apresenta sintomas em sua fase inicial, ela é identificada, muitas vezes, através de exames de rotina, como o ultrassom do abdômen, tomografia e ressonância magnética

O exame mais importante a ser realizado é a elastografia hepática, procedimento indolor e não invasivo, com o objetivo de medir a elasticidade do tecido e quantidade de gordura acumulada.  

Também deve ser levantada a história do paciente, que deve passar por um exame físico e de sangue para que sejam medidas as enzimas hepáticas.

Em poucos casos a biópsia hepática pode ser necessária para confirmar ou excluir alguma doença específica. Embora seja o padrão dos diagnósticos, ela não é solicitada de rotina por ser invasiva.

Qual o tratamento indicado ? 

Para a esteatose hepática não existe um tratamento específico, apenas recomendações médicas que podem ajudar a amenizar os sintomas da doença. De acordo com as causas, é indicado ao paciente:

Geralmente o uso de medicamentos não é indicado no primeiro momento e, quando prescritos, precisam ser aliados das mudanças de estilo de vida para que seja tratada a causa exata do problema. 

Identificou algum dos sintomas acima? Não deixe de consultar o médico para o diagnóstico e tratamento adequados. Compartilhe o conteúdo!

Dr. Marcos Paulo Gouveia de Oliveira | Hepatogastro

Dr. Marcos Paulo Gouveia de Oliveira

CRM: 174843 | RQE : 94248 - Cirurgia do aparelho digestivo
O Dr. Marcos Gouveia tem foco em Cirurgia Bariátrica e Metabólica, além de procedimentos minimamente invasivos do estômago, intestino e de hérnias da parede abdominal.
Acessar currículo

Compartilhe nas redes sociais:

TAGS:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

teste

Desenvolvido por Surya Marketing Médico.

Clínica Hepatogastro © 2024 Direitos reservados
Última atualização: 23/05/2024 às 15:27
magnifiercross