Clínica Hepatogastro

Cirurgia de Vesícula: pós-operatório

Atualizado em 19/07/2022
Tempo de leitura: 3 min.
Por Dr. Marcos Paulo Gouveia de Oliveira
 | 
19/07/22

Hoje vou explicar um pouquinho para vocês como é que é este processo da cirurgia da vesícula, a colecistectomia.

A cirurgia de maneira geral é bem tranquila, é uma cirurgia de médio porte intra abdominal, com duração de entre, aproximadamente, 40 minutos a 1 hora e é feita por via minimamente invasiva. Neste post iremos falar do processo pós-operatório da cirurgia de vesícula. Acompanhe!

Recuperação do Pós-operatório

Durante o pós-operatório, geralmente conseguimos uma recuperação bem precoce do procedimento, onde ele geralmente fica internado por menos de 24 horas.

Depois que o procedimento acaba, o paciente vai para a sala de recuperação de anestesia, onde ele vai ficar mais ou menos 1 hora aos cuidados do anestesista até estar bem acordado, com sintomas controlados e aí ele vai para o quarto.

No quarto, geralmente sem dor, sem enjoo, o paciente vai levantar, isso é muito importante para evitar trombose e outras infecções, levanta, senta na poltrona com ajuda nas primeiras vezes, caminha, pode colocar aquela roupa que ele gosta de ficar em casa, não precisa ficar com aquela roupa de hospital e vai receber a primeira refeição ali dentro do hospital ainda com uma dieta um pouquinho mais leve, pobre em gorduras e lipídios e estando tudo bem, sem dor, sem enjoo, tolerando bem a dieta, andando, se sentindo confortável, ele vai receber alta.

Primeiros dias no Pós-operatório

Geralmente, o paciente sente um pouquinho de desconforto, como se fosse uma pressão na região do estômago, porque a gente precisa injetar um pouquinho de gás para fazer a cirurgia, por isso, então, é bem comum o paciente ter este desconforto.

Além disso, é muito comum o paciente queixar, principalmente, daquele corte quer fica no umbigo, que é por onde a gente faz um corte maior por dentro da cicatriz umbilical que a gente entra com a câmera e também por onde a gente tira a vesícula, por isso que muitos pacientes queixam que sentem um aperto, principalmente quando fazem um movimento mais brusco, mas isso geralmente dura alguns dias e passa com um analgésico comum, não pode ter uma dor limitante, uma dor que essas medicações que o médico vai passar não consigam resolver.

Também, alguns pacientes podem ter um pouquinho de enjoo e a gente sempre deixa uma medicação para, não evitar, mas se tiver o enjoo, acabar melhorando este sintoma.

Orientações para voltar à Atividades Cotidianas

Na primeira semana, evitamos:

  • Relação sexual;
  • Dirigir;
  • Agachar muito.

Tudo isso pode forçar os pontos abdominais.

Depois deste período, o paciente já voltou para o trabalho, voltou a dirigir, não está se sentindo desconfortável, com 15 dias ele pode voltar à uma caminhada leve, uma atividade mais cotidiana, porém, atividade física ainda temos que esperar um pouquinho, não pela ausência da vesícula, mas sim por conta do ponto, principalmente da região umbilical, que se forçarmos demais pode vir a ter uma hérnia no local.

Então, aquela atividade física mais intensa, uma musculação, a gente espera pelo menos uns 60 dias, é lógico que o seu cirurgião vai avaliar se está cicatrizando bem e vai liberando as atividades aos poucos.

Dieta no Pós-operatório

Em relação a dieta, não existe nenhuma contraindicação muito proibitiva, o que a gente sabe é que os alimentos gordurosos podem sim trazer bastante desconforto, pode distender o abdômen e também soltar um pouquinho o intestino, então a gente orienta evitar alimentos mais gordurosos, muito óleo, fritura, nos primeiros 15 dias do procedimento, mas realmente , alguns pacientes fogem um pouquinho, acabam comendo uma coisinha mais pesada e depende de cada um, alguns vão ter sintomas, outros vão ter um leve desconforto, alguns pacientes não vão sentir nada, então é muito importante seguir as orientações do cirurgião e também estar preparado para essa fase que vai vir.

Se essa dica foi importante para você, se você vai realizar a cirurgia ou se conhece alguém que vai realizar, encaminhe para eles e nos acompanhe para mais dicas!

Sobre o(a) Autor(a)
O Dr. Marcos Gouveia tem foco em Cirurgia Bariátrica e Metabólica, além de procedimentos minimamente invasivos do estômago, intestino e de hérnias da parede abdominal.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

 | 20 / 07 / 22
Pólipos na vesícula são lesões de origem benigna que se desenvolvem na parede interna do reto e do cólon. Veja mais detalhes e entenda como funciona o tratamento!
Ler Mais
 | 08 / 06 / 22
Quando existe o acúmulo de colesterol ou bilirrubina, ocorre a colelitíase, caracterizada como a presença de pedra na vesícula. Saiba como tratar e prevenir!
Ler Mais
1 2 3 6

Clínica Hepatogastro© 2022 Direitos Reservados – Desenvolvido por Surya Marketing Médico.

Última atualização: 16/08/2022 às 17:20
Agende sua Consulta
magnifiercross