Clínica Hepatogastro

Tenho Síndrome Metabólica, posso fazer Cirurgia Bariátrica?

Atualizado em 17/05/2022
Tempo de leitura: 2 min.
Por Dr. Marcos Paulo Gouveia de Oliveira
 | 
17/05/22

A síndrome metabólica é um conjunto de condições que acabam aumentando o risco de uma doença cardíaca, diabetes e acidente vascular cerebral.

A seguir, iremos falar sobre a relação da síndrome metabólica com a cirurgia bariátrica. Continue acompanhando!

Como saber se me encaixo nessa Síndrome?

A síndrome metabólica é multifatorial e são 5 critérios para vermos se o paciente se enquadra nela, que são:

  • Circunferência Abdominal (Acima de 102 Homem; Acima de 88 Mulher);
  • Triglicérides (Acima de 150);
  • Colesterol HDL (Menor que 40 Homem; Menor que 50 Mulher);
  • Glicemia Alterada (Acima de 110);
  • Aumento Pressórico (Sistólica Acima de 135; Diastólica Acima de 85).

Veja que com esses critérios você acaba não se encaixando numa diabetes propriamente dita ou em uma hipertensão arterial, mas esse conjunto de diversas alterações, forma essa síndrome, que aumenta o risco, realmente, de diabetes, da pressão e da obesidade.

Os pacientes que têm pelo menos 2 desses critérios que eu falei, já se enquadram nessa síndrome.

Indicação para IMC elevado.

A gente sabe que depois que o paciente desenvolve a síndrome e evolui para alguma complicação, como pressão alta, diabetes, e também uma muito importante, que é a obesidade.

Aquele paciente que tem um IMC acima de 35, passa a ter indicação de um tratamento cirúrgico, metabólico e da obesidade para ajudar a controlar essas comorbidades.

Então, existem pacientes que têm IMC acima de 35 e acabam tendo a indicação da cirurgia bariátrica associada a estas comorbidades que também são desencadeadas pela síndrome metabólica. Um paciente com um diabetes descontrolado, que toma medicação, tem uma mudança de hábito de vida, faz exercício físico, se alimenta adequadamente, mas não consegue atingir um nível glicêmico adequado, essa também se torna uma candidata a cirurgia.

Lógico que a cirurgia vai melhorar a questão metabólica como um todo, mas é muito importante que o paciente se dedique para mudar esses hábitos de vida, adequar a alimentação, porque a cirurgia vai servir como um pontapé inicial.

Lembrando então, que a síndrome metabólica associada à obesidade, à diabetes de difícil controle, tem sim a indicação de cirurgia metabólica em contextos bem definidos.

Então, para isso, é muito importante a avaliação de uma equipe multidisciplinar, de um cirurgião bariátrico, para identificar se você é um candidato e se essa cirurgia realmente vai te trazer mais benefícios do que ficar com todas essas comorbidades sem tratamento.

Se essa dica foi importante para você ou é importante para alguém que você conhece, compartilhe este conteúdo e fique atento para mais conteúdo e informações!

Sobre o(a) Autor(a)
O Dr. Marcos Gouveia tem foco em Cirurgia Bariátrica e Metabólica, além de procedimentos minimamente invasivos do estômago, intestino e de hérnias da parede abdominal.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

 | 21 / 06 / 22
O câncer gástrico se caracteriza pelo crescimento desordenado das células que compõem a parede do órgão. Neste post, falamos sobre esta enfermidade e os fatores para seu desenvolvimento. Acompanhe!
Ler Mais
 | 15 / 06 / 22
A cirurgia bariátrica é uma das modalidades de tratamento mais indicadas para pessoas com excesso de peso corporal. Saiba quais são os cuidados após o procedimento!
Ler Mais
1 2 3 13

Clínica Hepatogastro© 2022 Direitos Reservados – Desenvolvido por Surya Marketing Médico.

Última atualização: 29/06/2022 às 16:28
Agende sua Consulta
magnifiercross