Qual a diferença de Pólipos e Câncer?

Por Dr. Paolo Rogério de Oliveira Salvalaggio
Sumário
Cancer-Polipos-Hepatogastro
Qual A Diferença De Pólipos E Câncer? 2

Ter consciência sobre o que são pólipos e a diferença deles com o câncer é importante para a saúde. Os pólipos referem-se ao crescimento desordenado das células do tecido de um órgão. A definição é bem parecida com o câncer. Afinal, o que difere um do outro? Confira em nossa matéria!

O que são pólipos?

O pólipo é uma pequena protuberância que cresce em cavidades revestidas por mucosas. Podem surgir pólipos em várias regiões do nosso organismo, tais como estômago, vesícula biliar, útero, cavidade nasal, intestinos e outros, porém é mais comum nos intestinos. Portanto, pólipos não são câncer, mas alguns tipos têm potencial de virar câncer.

É bastante provável que certos alimentos e bebidas contribuam com o aparecimento dos pólipos intestinais, especialmente o consumo frequente e em excesso de álcool

Sintomas

A maioria dos pólipos é assintomática. Quando há sintomas, o mais frequente é a hemorragia retal. Um pólipo grande pode causar cólicas, dores abdominais, obstrução ou intussuscepção (um segmento do intestino desliza para o interior de outro segmento, como partes de um telescópio). Os pólipos grandes com projeções em forma de dedos (chamado adenomas vilosos) podem expelir água e sais, provocando diarreia excessiva que pode resultar em queda da concentração de potássio no sangue (hipocalemia). Por vezes, um pólipo retal com um talo grande pode deslizar pelo intestino e aparecer no ânus.

E câncer?

Câncer é o nome dado a um conjunto de mais de 100 doenças que têm em comum o crescimento desordenado (maligno) de células que invadem os tecidos e órgãos, podendo espalhar-se (metástase) para outras regiões do corpo.

Dividindo-se rapidamente, estas células tendem a ser muito agressivas e incontroláveis, determinando a formação de tumores (acúmulo de células cancerosas) ou neoplasias malignas.

Sintomas

O câncer em qualquer parte do corpo pode provocar sintomas genéricos como perda de mais de 6 kg sem fazer dieta, estar sempre muito cansado ou ter alguma dor que não passa. No entanto, para chegar ao diagnóstico correto é preciso fazer uma série de exames para descartar outras hipóteses.

O que achou desse post? Deixe sua opinião nos comentários, e compartilhe!

Dr. Marcos Paulo Gouveia de Oliveira | Hepatogastro

Dr. Paolo Rogério de Oliveira Salvalaggio

CRM: 143673 | RQE : 58423 - Cirurgia do aparelho digestivo
O Dr. Paolo Rogério de Oliveira Salvalaggio é Mestre e Doutor em Cirurgia. Pós-doutorado e Fellow nos Estados Unidos. Especialista em Cirurgia Digestiva e Videocirurgia. Atua como cirurgião do aparelho digestivo, com ênfase em cirurgia de fígado, pâncreas e vias biliares.

Compartilhe nas redes sociais:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

teste

Diagnóstico e prevenção de câncer colorretal: sintomas a serem observados

Detectar precocemente o câncer colorretal é crucial para um tratamento eficaz. Conheça os sintomas iniciais a serem observados, a importância dos exames de triagem e as estratégias de prevenção que podem reduzir o risco dessa doença. Entenda mais sobre esse assunto lendo o texto abaixo! O câncer colorretal é um tipo de câncer que afeta […]
Leia mais

Recuperação e cuidados pós-cirúrgicos para diástase abdominal

Descubra o que é a diástase abdominal, quando a cirurgia é indicada e como é o processo de recuperação após a intervenção cirúrgica. Aprofunde-se nesse tema importante lendo o texto abaixo e amplie seu conhecimento sobre o assunto! A diástase abdominal é uma condição caracterizada pela separação dos músculos abdominais que resulta em uma protuberância […]
Leia mais

Desenvolvido por Surya Marketing Médico.

Clínica Hepatogastro © 2024 Direitos reservados Atualizado em: 24/06/2024
magnifiercross