Clínica Hepatogastro

Pancreatite Crônica: como evitar?

Atualizado em 13/07/2022
Tempo de leitura: 2 min.
Por Dr. Marcos Paulo Gouveia de Oliveira
 | 
13/07/22

O álcool é uma substância que, quando ingerida em grandes quantidades e por um longo período de tempo, pode provocar alterações no pâncreas, gerando doenças como a pancreatite crônica.

Pancreatite Cronica Como Evitar Hepatogastro Bg1
Pancreatite Crônica: Como Evitar? 2

Mas, é possível evitar essa condição? O que pode ser feito? Preparamos esse artigo para explicar esse assunto um pouco melhor. Acompanhe os detalhes a seguir!

Como a Pancreatite Crônica ocorre?

O pâncreas é o responsável por produzir enzimas que fazem parte do processo de digestão, além da insulina e do glucagon, hormônios fundamentais para o metabolismo da glicose. Quando o órgão é acometido por uma inflamação que leva à alterações em seu funcionamento, podemos chamar de pancreatite. Se essa inflamação perdurar por muito tempo, teremos a pancreatite crônica. Muitas vezes, o indivíduo apresenta uma evolução lenta da doença e, quando ela atinge um estado avançado, o tratamento é difícil e limitado.

Embora outras doenças como lúpus ou fibrose cística estejam associadas com a pancreatite crônica, o consumo em excesso ou constante de bebidas alcoólicas continua sendo uma das principais causas do problema, correspondendo a cerca de 70% dos casos. Outras causas são:

  • Obstrução pancreática;
  • Aumento de triglicérides;
  • Trauma pancreático;
  • Pancreatite autoimune.

Quais são os sintomas de Pancreatite Crônica?

Inicialmente, a pancreatite crônica pode ser assintomática, ou seja, não apresentar nenhum sintoma. Mas, conforme as alterações ocorrem, podem surgir alguns sintomas, tais como:

  • Dor na parte superior abdominal;
  • Barriga dolorida;
  • Inchaço abdominal;
  • Náuseas;
  • Vômito;
  • Diarreia;
  • Diabetes;
  • Perda de peso sem motivo aparente;
  • Fezes claras e gordurosas.

Vale ressaltar que a dor abdominal pode aumentar ainda mais após uma refeição ou ingestão de bebidas, irradiando para as costas.

Qual o tratamento para Pancreatite Crônica?

O tratamento é principalmente clínico, o que significa que os médicos tentam controlar as dores do paciente indicando uma alimentação mais saudável, com frutas, legumes e verduras, evitando alimentos gordurosos.

Também são indicados medicamentos. Esse processo envolve o uso de anti-inflamatórios, analgésicos simples e potentes (em alguns casos), além da eliminação dos fatores causais e suplementação enzimática. 

Em casos onde os tratamentos anteriores não foram eficazes, pode ser indicada a cirurgia para a remoção de parte do pâncreas.

O que fazer para evitar a Pancreatite Crônica?

Existem alguns cuidados que podem ser colocados em prática para ajudar a evitar a pancreatite crônica, como por exemplo, diminuir a ingestão de bebida alcoólica em excesso, uma vez que, independente da quantidade, a substância sempre será uma inimiga do pâncreas.

Agora que você já sabe como evitar a pancreatite crônica, conte-nos se possui mais alguma dúvida a respeito. Deixe um comentário abaixo!

Conhece alguém que precisa dessas informações? Compartilhe o conteúdo!

Sobre o(a) Autor(a)
O Dr. Marcos Gouveia tem foco em Cirurgia Bariátrica e Metabólica, além de procedimentos minimamente invasivos do estômago, intestino e de hérnias da parede abdominal.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

 | 20 / 04 / 22
A pancreatite é uma inflamação que atinge o pâncreas e compromete o funcionamento desse órgão, mas ela pode ser tratada em sua forma aguda e crônica. Saiba mais!
Ler Mais
 | 29 / 09 / 21
Os métodos de imagem facilitam a visualização de cistos pancreáticos, comumente encontrados na prática médica. Confira neste artigo informações sobre o Cisto de Pâncreas.
Ler Mais

Clínica Hepatogastro© 2022 Direitos Reservados – Desenvolvido por Surya Marketing Médico.

Última atualização: 16/08/2022 às 17:20
Agende sua Consulta
magnifiercross