Clínica Hepatogastro

Intolerância à Lactose pode aparecer depois de adulto?

Por Dr. Marcos Paulo Gouveia de Oliveira13/09/2022
Tempo de leitura: 3 minutos
Por Dr. Marcos Paulo Gouveia de Oliveira
13/09/22
Sumário

A intolerância à lactose é mais comum do que a gente imagina, e existem 3 situações diferentes em que ela pode ocorrer.

No post de hoje, falaremos um pouco sobre a intolerância à lactose, as 3 situações em que ocorrem e quais os tipos de tratamento.

Sintomas e Diagnóstico de Intolerância a Lactose

Muitos pacientes apresentam sintomas mais vagos, como distensão abdominal, arrotos, flatulências e em alguns momentos diarreia, por serem sintomas variados, muitas vezes o paciente passa no pronto socorro, passa em um clínico mas não é feito o diagnóstico, em alguns casos os sintomas persistem por anos até que a pessoa procure um especialista.

Os sintomas variam tanto com a intensidade da intolerância, como com o déficit de produção da lactase, que é a enzima que faz a degradação da lactose, quanto com a dose de lactose que o paciente consome.

Em uma avaliação com o especialista, ele consegue avaliar pela história que o paciente conta e consegue solicitar o exame específico para ver se realmente existe a deficiência da lactase.

Tipos de Deficiência da Lactase

Existem basicamente 3 tipos de deficiência:

Falta de produção adequada

É a mais rara e acontece quando a criança já nasce sem a produção adequada da lactase, isso pode acontecer principalmente em bebês prematuros.

Inflamação intestinal

A segunda está ligada a inflamação intestinal, então, em um quadro agudo de infecção, uma doença inflamatória intestinal, aquele intestino inflamado deixa de produzir a lactase e a lactose deixa de ser absorvida.

Déficit gradual

O terceiro caso é o mais frequente, é aquele onde a lactase vai deixando gradualmente de ser produzida, porque quando a gente nasce, a gente já vem programado para consumir o leite materno, mas teoricamente, esse não é um alimento que a gente encontrava em abundância na natureza, então o organismo vai deixando de produzir lentamente essa enzima e com isso os sintomas podem acontecer, como eu disse, de uma maneira mais branda no início, até se tornar algo mais frequente. 

Tratamento para Intolerância a Lactose

O tratamento passa tanto pela mudança da dieta do paciente, restringindo a quantidade de lactose consumida, quanto realizando o uso da enzima, da lactase, quando for necessário. Nos casos de inflamação do intestino, o quadro pode ser revertido com o tratamento da doença base.

É importante saber que o tratamento é muito dose dependente, depende de cada paciente, tem paciente que tem exame muito alterado da lactase, e que tem sintomas mais leves, já outros tem uma alteração não tão importante mas que com o consumo de pequenos derivados de leite pode apresentar um desconforto, uma diarreia, por isso é muito importante a avaliação de um especialista, uma avaliação multidisciplinar de preferência, inclusive com avaliação do nutricionista, para adequar melhor a dieta a rotina e a realidade de cada um. 

Se essa dica foi importante para você, se você conhece alguém que tenha esses sintomas, que já foi diagnosticado e eventualmente ainda tem algum desconforto, compartilhe esse conteúdo, comente e nos acompanhe para mais informações.

Dr. Marcos Paulo Gouveia de Oliveira | Hepatogastro

Dr. Marcos Paulo Gouveia de Oliveira

CRM: 174843 | RQE : 94248 - Cirurgia do aparelho digestivo
O Dr. Marcos Gouveia tem foco em Cirurgia Bariátrica e Metabólica, além de procedimentos minimamente invasivos do estômago, intestino e de hérnias da parede abdominal.
Acessar currículo

Compartilhe nas redes sociais:

TAGS:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

teste

Desenvolvido por Surya Marketing Médico.

Clínica Hepatogastro © 2024 Direitos reservados
Última atualização: 14/05/2024 às 12:29
magnifiercross