Clínica Hepatogastro

Como funciona a Cirurgia Robótica no Tratamento de Hérnia Inguinal?

Atualizado em 16/02/2022
Tempo de leitura: 4 min.
Por Dr. Marcos Paulo Gouveia de Oliveira
 | 
16/02/22

Na cirurgia robótica, o cirurgião utiliza uma plataforma com pinças e braços articulados para operar o paciente. Desta forma, o médico pode controlar este equipamento a partir de uma central de comandos que permite uma replicação mais fidedigna e delicada do momento realizado pela mão do cirurgião.

Como Funciona A Cirurgia Robotica No Tratamento De Hernia Inguinal Bg
Como Funciona A Cirurgia Robótica No Tratamento De Hérnia Inguinal? 2

A hérnia inguinal é um tipo de hérnia abdominal que se forma na região da virilha devido a uma falha na musculatura ou o fechamento inadequado do canal inguinal. Uma pequena porção de gordura ou do intestino consegue sair da cavidade abdominal através de um pequeno orifício,  causando dor ou formando uma pequena protuberância na região da virilha. 

Neste caso, o tratamento mais indicado é a cirurgia, procedimento chamado de herniorrafia ou hernioplastia. Atualmente, é possível realizar a cirurgia por meio da técnica robótica, menos invasiva e com menor risco para o paciente. 

Neste artigo você vai descobrir como é feita a cirurgia robótica no tratamento de hérnia inguinal para entender por que esse é o melhor procedimento que existe atualmente. Continue lendo!

Preparação para Herniorrafia Robótica

Uma das principais características da cirurgia robótica é uma maior delicadeza na execução da tática cirúrgica. Por isso, em comparação com as demais técnicas disponíveis, pode levar a um menor dano ao tecido e, consequentemente, minimizar riscos cirúrgicos e favorecer a recuperação pós operatória.

Entretanto, apesar do menor grau trauma, continua sendo um procedimento invasivo. Por isso, o paciente precisa estar preparado para ser submetido a esta técnica. Essa preparação envolve a realização de exames pré-operatórios para verificar as condições de saúde, a fim de identificar algum possível impedimento para a realização do procedimento cirúrgico, como graves doenças cardíacas e pulmonares.

O especialista também poderá fazer algumas recomendações especiais, como em relação ao uso de medicamentos ou quanto ao consumo de tabaco e bebidas, além de recomendações específicas e individualizadas para cada pessoa. 

Tipo de Anestesia utilizada

Na cirurgia de hérnia inguinal robótica é necessário que o paciente receba anestesia geral. Ou seja, sedação e intubação, além de relaxamento total da musculatura, facilitando a manipulação dos tecidos. Esse é um dos motivos para a realização dos exames pré-operatórios gerais. Algumas pessoas com saúde frágil ou doenças graves não podem ser submetidas à anestesia geral, como aquelas com certas cardiopatias.

Realização da Herniorrafia Robótica

Durante a avaliação pré-operatória, o paciente receberá instruções específicas quanto a possíveis medicações e também o tempo de jejum que será necessário para realizar a cirurgia robótica de hérnia inguinal. Depois de dar entrada no hospital, passará por uma preparação pré-cirúrgica, avaliação do anestesista e, em seguida, será encaminhado para a sala de cirurgia. 

O objetivo da cirurgia robótica é o mesmo das demais técnicas: devolver o tecido que passou pela falha na parede abdominal para o interior da cavidade, além de fazer a correção dessa falha para não ocorrer uma recidiva. O que varia é o modo como essas intervenções são realizadas.

Na cirurgia aberta e na videolaparoscopia o cirurgião manuseia os instrumentais de forma direta. Na cirurgia robótica isso não acontece. Os instrumentos ficam acoplados a um robô, o cirurgião controla esse robô a partir de um console.

Ali ele realiza os movimentos acompanhando as imagens que são transmitidas no monitor, pois além dos instrumentos o robô também conta com uma micro câmera, que será inserida na cavidade abdominal do paciente por meio de pequenas incisões.

Esses equipamentos que fazem a captura e transmissão das imagens para o cirurgião conseguem fazer a ampliação delas em até 20 vezes. Assim, ele visualiza a região e os tecidos que estão sendo operados com uma maior precisão de detalhes. Além disso, a câmera mais avançada permite uma visão 3D do interior da cavidade, o que trás ainda mais precisão e segurança ao procedimento. 

O robô conta com filtros que não respondem a movimentações bruscas, refinando os movimentos realizados pelo cirurgião, propiciando uma cirurgia mais precisa. Com isso, ele consegue trabalhar de forma mais delicada com os tecidos, evitando lesões e traumas desnecessários.

Por utilizar um console mais ergonômico, o especialista consegue se manter em uma posição mais confortável para realizar o procedimento, então, seu cansaço físico é menor e ele pode realizar um trabalho com ainda mais qualidade e total concentração, principalmente em cirurgias mais longas e delicadas (como em hérnias recidivadas ou volumosas)

O fechamento do defeito da hérnia pode, então, ser realizado por meio de suturas e/ ou com a colocação de uma tela específica, por exemplo. O intuito é reforçar a musculatura e fechar a falha para que os tecidos não se extravasem novamente.

As incisões feitas para introdução dos instrumentos são muito pequenas, de cerca de 1 cm, por isso, o resultado estético da cirurgia robótica para hérnia inguinal é muito bom, não deixando grandes cicatrizes no paciente. Isso também permite uma recuperação mais rápida e minimiza o risco de ocorrência de inflamações ou infecções.

Justamente pela delicadeza, menores incisões e menor trauma cirúrgico que a cirurgia robótica pode favorecer uma recuperação mais precoce e com menos dor no período pós operatório. 

Portanto, se você precisar fazer uma cirurgia de hérnia é interessante conversar com o cirurgião sobre a possibilidade de realizar a cirurgia robótica, muito mais confortável e segura, além de apresentar uma alta eficiência no tratamento da hérnia inguinal.

Sobre o(a) Autor(a)
O Dr. Marcos Gouveia tem foco em Cirurgia Bariátrica e Metabólica, além de procedimentos minimamente invasivos do estômago, intestino e de hérnias da parede abdominal.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

 | 23 / 03 / 22
Veja como funciona a cirurgia robótica para o tratamento do refluxo gastroesofágico e entenda de que maneira esse problema é tratado por meio desse método.
Ler Mais
 | 22 / 09 / 21
Uma das grandes vantagens da cirurgia robótica é a sua maior precisão. Conheça um pouco mais sobre esse procedimento.
Ler Mais

Clínica Hepatogastro© 2022 Direitos Reservados – Desenvolvido por Surya Marketing Médico.

Última atualização: 24/05/2022 às 18:15
Agende sua Consulta
magnifiercross