Clínica Hepatogastro

Cirrose Hepática: o que devo fazer para evitar a doença?

Por Dr. Marcos Paulo Gouveia de Oliveira15/03/2023
Tempo de leitura: 4 minutos
Por Dr. Marcos Paulo Gouveia de Oliveira
15/03/23
Sumário

A cirrose hepática é prevenida, principalmente, evitando o consumo de bebidas alcoólicas. Mas também é importante fazer a prevenção das hepatites B e C, como por meio da vacinação, do uso de preservativo nas relações sexuais e o não compartilhamento de objetos cortantes ou perfurantes.

Cirrose Hepatica O Que Devo Fazer Para Evitar A Doenca Hepatogastro Bg
Cirrose Hepática: O Que Devo Fazer Para Evitar A Doença? 2

A cirrose hepática se desenvolve a partir das lesões que o fígado sofre. Elas se curam e formam uma espécie de cicatriz. Esse tecido é fibroso e diferente do natural do fígado, por isso, não consegue cumprir as mesmas funções.

Como resultado, com o passar do tempo, o fígado começa a perder a sua capacidade de funcionamento, o que pode levar à falência do órgão. Ou seja, ele não consegue atender as necessidades do organismo, ou então para de funcionar.

É muito importante saber que a cirrose hepática é um problema silencioso, que se desenvolve ao longo dos anos sem a pessoa perceber. O grande problema é que ela não pode ser revertida, então, a melhor alternativa é cuidar bem do fígado para que ele não sofra agressões.

Qualquer pessoa pode desenvolver a cirrose hepática, por isso, preparamos este artigo para explicar como é feita a prevenção desse problema. Continue lendo para descobrir como manter o seu fígado saudável.

Quais são as causas da cirrose hepática?

Antes de falarmos sobre as formas de prevenção da cirrose hepática, é importante entender quais são as suas causas. Dessa forma, fica mais fácil visualizar as medidas que precisam ser adotadas para proteger o fígado contra agressões.

A cirrose hepática pode ser causada pelo consumo abusivo de bebidas alcoólicas. Como o fígado metaboliza essas substâncias, elas causam agressões nele. Mas apesar de ser uma das causas principais, não é a única, afinal, a cirrose hepática também pode ser provocada por:

  • hepatites virais crônicas;
  • fatores genéticos;
  • doenças metabólicas;
  • hepatite autoimune;
  • colangite autoimune;
  • esteatose hepática não alcoólica;
  • complicações vasculares.

Como prevenir a cirrose hepática?

Como você deve ter percebido, existem casos em que a cirrose hepática não pode ser prevenida. É o que acontece, por exemplo, em relação aos fatores genéticos. A prevenção também pode ser dificultada nas doenças autoimunes, mas existe sempre a possibilidade de tratamento para proteger ao máximo a saúde do fígado.

Contudo, em muitas situações é possível fazer essa prevenção, evitando que esse órgão seja lesionado e prejudicado de maneira irreversível. A seguir, apresentamos algumas medidas que podem contribuir de forma significativa para evitar a cirrose hepática. Veja.

Moderar ou evitar o consumo de álcool

Uma vez que as bebidas alcoólicas são a principal causa da cirrose hepática no Brasil, é fundamental que elas sejam consumidas com moderação. Porém, no caso das pessoas que já apresentam algum fator de risco para o desenvolvimento do problema, como as doenças autoimunes, é preferível evitar o consumo.

Vacinar-se contra a hepatite B

A hepatite B é provocada pelo vírus HBV, encontrado no sangue e nas secreções corporais das pessoas infectadas. Quando no organismo, esse vírus ataca as células do fígado provocando uma inflamação no órgão, isso gera as lesões que formam a fibrose e levam à cirrose. Mas existe vacina contra a hepatite B, inclusive, distribuída de forma gratuita para a população.

Prevenir as hepatites B e C

Não existe vacina para a hepatite C, por isso, é preciso evitar o contato com o vírus VHC, cuja transmissão acontece principalmente por meio de sangue contaminado e pelo contato sexual. Logo, é importante fazer a prevenção evitando compartilhamento de objetos perfuráveis e utilizando preservativos em todas as relações sexuais. Essas medidas também ajudam a prevenir a hepatite B.

Manter o peso corporal saudável

Explicamos que a cirrose hepática também pode ser causada pela esteatose não alcoólica. Esse quadro clínico se caracteriza pelo acúmulo de gordura no fígado, principalmente associado a um descontrole no metabolismo da glicose, como quadros de diabetes. O problema pode ser prevenido mantendo o peso corporal saudável para evitar o sobrepeso e a obesidade. As medidas básicas para isso são a alimentação balanceada e a prática regular de exercícios físicos.

Tratar corretamente a hepatite

No caso das pessoas que já foram diagnosticadas com hepatite, o tratamento precisa ser cumprido à risca. Afinal, a inflamação crônica do fígado é o que contribui para o desenvolvimento da cirrose hepática.

É muito importante lembrar que a cirrose hepática é um problema que não pode ser revertido, logo, deve ser evitado. Perceba que as medidas preventivas são simples, então procure dar um pouco mais de atenção para o seu fígado para que ele se mantenha sempre saudável.

Dr. Marcos Paulo Gouveia de Oliveira | Hepatogastro

Dr. Marcos Paulo Gouveia de Oliveira

CRM: 174843 | RQE : 94248 - Cirurgia do aparelho digestivo
O Dr. Marcos Gouveia tem foco em Cirurgia Bariátrica e Metabólica, além de procedimentos minimamente invasivos do estômago, intestino e de hérnias da parede abdominal.
Acessar currículo

Compartilhe nas redes sociais:

TAGS:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

teste

Desenvolvido por Surya Marketing Médico.

Clínica Hepatogastro © 2024 Direitos reservados
Última atualização: 14/05/2024 às 12:29
magnifiercross