Clínica Hepatogastro

Doença do Refluxo Gastroesofágico

Atualizado em 04/11/2021
Tempo de leitura: 2 min.
A Imagem Mostra Uma Mulher Com Mal Estar Na Garganta.
Doença Do Refluxo Gastroesofágico 2

O refluxo gastroesofágico, ou refluxo, é uma doença digestiva em que os ácidos presentes dentro do estômago voltam pelo esôfago, ao invés de seguir o fluxo normal da digestão. Esse movimento é conhecido como refluxo e irrita os tecidos que revestem o esôfago, causando os sintomas degradáveis. Saiba o que causa esse problema em nosso post!

Problemas na válvula esofagiana

A causa dessa doença é uma espécie de “defeito” na barreira entre o estômago e o esôfago (válvula esofagiana), que permite o retorno dos alimentos, bebidas e sucos gástricos no fluxo contrário ao da digestão. Como consequência, ocorre uma irritação nas paredes do esôfago, que não está preparado para receber esse conteúdo, gerando toda uma série de sintomas desagradáveis. Mas afinal, o que causa esses problemas na válvula esofagiana?

Hérnia Hiatal

Uma condição na qual a parte do estômago se move acima do diafragma, que é o músculo que separa as cavidades torácica e abdominal pode ser também uma causa de Refluxo Gastroesofágico.

Obesidade

A obesidade é uma doença que, se não tratada, podem trazer outras complicações para a saúde, neste caso é uma causa de refluxo gastroesofágico.

Hábitos alimentares

Você sabia que suas atitudes à mesa podem causar um grande impacto sobre o refluxo? Pois é, além do conteúdo do seu prato, a forma como você se alimenta também tem relação direta com a digestão!

Cigarro e relaxantes musculares

Se você é fumante, também vale ficar atento. Fumar cigarros prejudica os reflexos musculares e aumenta a produção de ácido, e deve ser evitado por quem sofre de refluxo. (Aliás, por todos).

 Alguns medicamentos, incluindo ibuprofeno, relaxantes musculares, algumas prescrições de pressão arterial e aspirina também podem causar refluxo. Leia as bulas e discuta alternativas com seu médico.

Gravidez

Outra causa comum é a gravidez. Durante a gravidez, o bebê pode colocar pressão extra sobre a válvula esofágica, causando a liberação de ácido e sintomas de refluxo ácido. Elevar a cabeça durante o sono, beber chás de ervas e comer refeições menores podem ajudar.

Afinal, como melhorar desse problema?

O tratamento do refluxo dependerá da gravidade do caso. Em alguns casos, mudanças nos hábitos de vida são suficientes para que haja uma melhora. Em outros casos, o tratamento é feito através de medicamentos que diminuem a quantidade de ácido produzido pelo estômago, melhorando a motilidade do esôfago, em conjunto com uma dieta alimentar, perda de peso e atividades físicas.

Confira também, nosso vídeo sobre o tema:

Clínica Hepatogastro
Redes Sociais
Av. Presidente Juscelino
Kubitschek, 1545 conj. 31
Itaim – São Paulo/SP
(11) 3437-3228
Rua José Janarelli, 199
conj 105 – Morumbi-SP
(11) 3721-1300
Atenção: O site  www.hepatogastro.com.br  é um espaço que visa melhorar o acesso dos pacientes a informações importantes sobre saúde. Não deve ser utilizado como um substituto de uma avaliação completa, durante consulta médica.

Clínica Hepatogastro© 2021 Direitos Reservados – Desenvolvido por Surya Marketing Médico.

Última atualização: 24/11/2021 às 15:56
magnifiercross