Clínica Hepatogastro

Quais Problemas Gastrointestinais são mais comuns em crianças?

Atualizado em 14/07/2021
Tempo de leitura: 2 min.
Por Dr. Paolo Rogério de Oliveira Salvalaggio
 | 
09/04/18
Problemas Gastro Criancas Hepatogastro
Quais Problemas Gastrointestinais São Mais Comuns Em Crianças? 2

As crianças podem desenvolver uma diversidade de distúrbios digestivos. Todos os distúrbios digestivos envolvem vários níveis de dor, vômitos ou alterações do apetite e do funcionamento dos intestinos. O desafio dos pais é fornecer informações que ajudem o médico a distinguir doenças graves de não graves e, em alguns casos, ajudar os filhos a se adaptarem a doenças crônicas que necessitam de assistência médica praticamente constante. Confira quais problemas digestivos são mais comuna na fase infantil!

Gastroenterite

A gastroenterite é uma infeção intestinal, que afeta o estômago e o intestino. Inicialmente, manifesta-se através de perda de apetite e vômitos e, após 24 horas, também aparece diarreia. O problema mais grave da gastroenterite é a perda de líquidos e sais minerais expulsos nos vômitos.

Hérnias

É a protrusão de uma porção de um órgão ou de vários órgãos através de uma abertura anormal. O risco da herniação é de prejudicar a circulação e de que os órgãos salientes invadam outras estruturas orgânicas.

Refluxo gastroesofágico

É o retorno do conteúdo gástrico ao esôfago, decorrente de uma diminuição da função de uma válvula (esfíncter) que se localiza entre o esôfago e o estômago, podendo se exteriorizar clinicamente através do vômito e/ou regurgitação (golfadas), ou por outros sintomas, tais como, anemia, falta de apetite, dificuldade de ganho de peso, irritabilidade, azia, enjôo, dor ou queimação no peito.

Apendicite

A apendicite é uma inflamação do apêndice causado por uma infecção. Quando falamos de apendicite em crianças, sabemos que esse problema não costuma surgir antes dos 3 anos de idade. O apêndice se encontra no intestino grosso e é um pequeno tubo cuja função ainda não está muito clara.

Quando acontece essa infecção, é necessário retirá-lo. A principal complicação pode aparecer no caso de acontecer a ruptura do apêndice, já que pode provocar uma forte infecção que afeta o intestino da criança.

O tratamento desse problema envolve uma cirurgia que não traz riscos e é possível levar uma vida totalmente normal depois dessa cirurgia. Graças a tecnologia e a cirurgia laparoscópica, a cicatriz não é grande e a recuperação é rápida.

O que achou desse post? Deixe sua opinião nos comentários, e compartilhe!

Sobre o(a) Autor(a)
O Dr. Paolo Rogério de Oliveira Salvalaggio é Mestre e Doutor em Cirurgia. Pós-doutorado e Fellow nos Estados Unidos. Especialista em Cirurgia Digestiva e Videocirurgia. Atua como cirurgião do aparelho digestivo, com ênfase em cirurgia de fígado, pâncreas e vias biliares.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

 | 03 / 03 / 22
A cirurgia bariátrica não deve ser realizada em algumas situações. Descubra quais são as contra indicações desse procedimento.
Ler Mais
 | 23 / 02 / 22
Você sabia que existe diferença nas técnicas disponíveis para a realização da cirurgia bariátrica? Veja quais são essas diferenças entre o Bypass e o Sleeve.
Ler Mais
1 2 3 21

Clínica Hepatogastro© 2022 Direitos Reservados – Desenvolvido por Surya Marketing Médico.

Última atualização: 29/06/2022 às 16:28
Agende sua Consulta
magnifiercross