Dr. Paolo Rogério de Oliveira Salvalaggio
 Cv Lattes   Google Scholar
CRM: 143673 SP
Atualizado em 10/08/2020 Atualizado em 10/08/2020

Por que alimentos podem causar Diarreia?

Diarreia é uma doença bastante comum que afeta homens e mulheres de todas as idades. É caracterizada pela evacuação líquida de fezes. As evacuações são frequentes e geralmente fora de controle, podendo ocorrer durante o dia ou já à noite, a doença acompanha dores na região baixa do abdômen.

Na grande maioria das vezes as diarreias são provocadas por infecções virais ou pela presença de algum parasita no organismo. A presença destes parasitas deixa os órgãos do sistema gastrointestinal irritados, o que leva ao desenvolvimento dos sintomas característicos. Intoxicações alimentares também podem provocar diarreia, assim como o uso de certos medicamentos, especialmente laxantes. Em alguns casos, alguns alimentos podem causar a condição, nos quais:

Laticínios: Os laticínios são uma grande fonte de proteína e cálcio para o corpo humano, mas para as pessoas que são intolerantes à lactose, esses produtos podem acabar causando uma série de problemas indesejáveis, tais como problemas digestivos e flatulência. As pessoas que estão conscientes da sua intolerância à lactose têm de ajustar sua ingestão de produtos lácteos, e, se possível, excluí-los de sua alimentação.

Bebidas alcoólicas: A ingestão ocasional e crônica de álcool afeta a motilidade, morfologia, função de barreira, e microflora intestinal e interfere com a digestão e absorção de nutrientes. Também diminuem a disponibilidade de ácidos biliares e enzimas pancreáticas que contribuem para a digestão.

Cachorro-quente: O problema principal está na salsicha, que pode conter a bactéria Listeria monocytogenes. Após sua ingestão, costumam aparecer diarreia e fortes cólicas abdominais, por 24 horas. Não é indicado consumir a salsicha que esteja fora de refrigeração, crua ou aquela mergulhada há horas na panela do carrinho de cachorro-quente.

Adoçantes Artificias: como é o caso do sorbitol, que pode ser encontrado em bebidas dietéticas, e que foi identificado como causador da doença. Este é fracamente absorvido pelo intestino delgado e atrai água do organismo para o interior do intestino, o resultado são fezes moles ou aquosas, vulgarmente conhecidas por diarreia.

Chocolate: um estudo de 2005 sugere que o chocolate pode ser um problema para quem sofre da síndrome do intestino irritável. Mas o chocolate em si pode não ser o vilão, afinal, para quem tem intolerância à lactose, o verdadeiro problema é a quantidade de leite que o produto contém.

Lembre-se, os seus sintomas podem não ser causados pelos alimentos que acabou de ingerir, mas sim pelo que comeu no dia anterior. Pode até, não estar relacionado com os alimentos, mas sim com a velocidade, a hora tardia ou a quantidade que comeu. Lembre-se: se auto medicar nunca é indicado, consulte um profissional.

 

× Agendar Consulta.