Como Prevenir o Câncer de Fígado

Muitos cânceres de fígado poderiam ser evitados reduzindo-se a exposição aos fatores de risco conhecidos para a doença:

  • Evitando Infecções por Hepatite – O fator de risco mais significativo é a infecção crônica por hepatite B e C. Estes fatores podem ser evitados não compartilhando agulhas e realizando práticas sexuais seguras. Já existe vacina para prevenção da hepatite B para pessoas em situação de risco. Mas, ainda não existe vacina para a prevenção da hepatite C. Pessoas com alto risco para hepatite B ou C devem fazer testes para essas infecções e tratadas, se necessário.
  • Limitando Uso de Álcool e Cigarro – O abuso de álcool é uma das principais causas da cirrose, que pode levar ao câncer de fígado. A prevenção dos tumores relacionados ao consume de álcool em excesso continua sendo um desafio. Parar de fumar pode também diminuir ligeiramente o risco, bem como muitas outras doenças potencialmente fatais.
  • Mantendo um Peso Saudável – Evitar a obesidade pode ser outra maneira para ajudar a se proteger contra o câncer de fígado. Pessoas obesas têm mais chances de ter esteatose hepática (fígado gorduroso) e diabetes, doenças que têm sido relacionadas com câncer de fígado.
  • Limitando a Exposição a Produtos Químicos Cancerígenos – Mudar a forma como certos grãos são armazenados em países tropicais e subtropicais poderia reduzir a exposição às substâncias causadoras de câncer, como as aflatoxinas. A maioria dos países desenvolvidos têm regulamentos para proteger os consumidores e trabalhadores de determinados produtos químicos conhecidos por causar o câncer de fígado.
  • Tratando Doenças que Aumentam o Risco – Certas doenças hereditárias podem causar cirrose hepática, aumentando o risco de câncer de fígado. Diagnosticar e tratar estas doenças precocemente pode diminuir esse risco. Por exemplo, todas as crianças de famílias com hemocromatose devem ser rastreadas para a doença e tratadas, se necessário.

Fonte: Oncoguia

× Agendar Consulta.